Casal escalou 6hrs e enfrentou -5°C para realizar sonho


Uma caminhada de seis horas, que varou a madrugada, e um frio de -5ºC. No topo do Pico da Bandeira, a enfermeira Dariane Flaviano, 30, se emocionou ao realizar o sonho do ensaio Trash The Dress, seis meses depois de se casar com o servidor público Vinícius Milanesi, 32. "Pedimos a Ele essa bênção. Pedimos que Ele pudesse nos dar um belo espetáculo. Não pedimos sol ou chuva. Apenas entregamos tudo em Suas mãos", afirmou.
Terceira montanha mais alta do País, o Pico da Bandeira fica no Parque Nacional do Caparaó, na divisa entre o Espírito Santo e Minas Gerais. A subida, de 2.890 metros, começou na noite de segunda-feira (17). A ideia era chegar no topo antes do sol nascer.
Dariane já foi de cabelo e maquiagem prontos, com uma touca para que a neblina não desmanchasse o penteado. Ela e o marido já estão acostumados a aventuras como esta - ao contrário das fotógrafas Rafaela e Aline Emerick e do videomaker, Thiago Ferri, que também encararam a caminhada. Além deles, um primo e um amigo do casal acompanharam a subida.
O desejo de fotografar no local surgiu há seis meses. "No início, eu pedia que fizesse sol. Mas quando chegou a semana, conversei com a Rafaela e pensamos: não vamos pedir nada! Se Ele nos der chuva, faremos ensaio valorizando a chuva. Se der neblina, usaremos a neblina ao nosso favor", afirmou.
"Olhamos para o céu na segunda à noite, 23h. Que céu! Tudo aberto, estrelas em movimento, céu pleno. Vinha nevoeiro perto, mas não na gente", lembrou.
Durante o percurso, muitas pedras e gelo - a subida ficou ainda mais difícil com todos os equipamentos necessários para a fotografia e o vídeo. Rafaela disse que, por várias vezes, pensou que não conseguiria chegar. Mas todos estavam unidos em prol do sonho do casal.
"Estávamos em condições extremas, muito frio, lago congelado, mas todo mundo se ajudou. Quando tirei a luva para mexer na câmera, minha mão congelou. Mas na adrenalina fizemos tudo. A energia do casal contagiou todo mundo", disse Thiago, que tentou captar imagens com o drone - mas a bateria do equipamento também congelou.
Dariane usou o mesmo vestido do casamento, confeccionado pela própria mãe, Roseane Flaviano, o que tornou o ensaio ainda mais especial. Muito mais que o Trash The Dress, lá no topo ela se sentiu ainda mais conectada com a sua fé.
"Nossa amizade, eu e Deus, é verdadeira e fascinante. Chorei ao estar lá. Claro que ninguém viu. Foi um momento a dois. Ele sempre me surpreende. Eu jamais nessa Terra serei capaz de algum dia retribuir a Deus todo o amor e carinho que Ele tem por mim", afirmou.
Rafaela, que esteve no local pela primeira vez, também teve uma experiência que foi muito mais além do profissional.
"Estar lá em cima é uma experiência extraordinária. A gente se sente mais perto de Deus. Sempre quis fazer meu melhor a cada ensaio e agora tenho isso ainda mais forte em mim. Quero novos desafios e sempre inovar", disse.
Às noivas que têm o sonho de um ensaio em lugar especial, Dariane disse que é preciso, sobretudo, escolher alguém que tope realizar todos os seus sonhos e que também sonhe, tanto quanto elas.
"Que esteja ao seu lado e aos pés de Deus. E não basta ter planejamento, dinheiro e vontade. É preciso colocar pitadas de amor em tudo que fizerem a dois".











Créditos: Blog Talk About Noivas
Gostou desta linda história? Compartilhe com os amigos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário